Quanto mudou o preço dos combustíveis após a redução do ICMS?

Pontos principais

O ICMS sobre combustíveis no Brasil foi reduzido

Já sabemos que isso afeta diretamente o preço para o consumidor final

Mas quanto caiu o preço em cada estado brasileiro?

Variação de preços da gasolina comum antes e depois da redução do ICMS

Com a redução na alíquota do ICMS , preço da gasolina e etanol tem recuado em todos os Estados brasileiros.

O valor por litro da gasolina caiu na média 18% nas bombas de abastecimento do País, em relação à metade de junho.

undefined

São Paulo é o maior estado consumidor de gasolina, consumindo aproximadamente 9 bi litros por ano. Nesse último mês, viu os preços caírem 20% se tornando o sétimo estado com a gasolina mais barata em todo o território nacional.

Amapá e Mato Grosso do Sul foram os estados que viram as maiores reduções nos preços da gasolina. Mas o share desses dois estados são pequenos, o primeiro representando 0.5% e o segundo 1.9% do consumo nacional.

E o Rio Grande do Norte foi o estado que apresentou a menor variação de preço, com uma redução de apenas 8%, se tornando o estado com a gasolina mais cara do país.

Variação de preços do etanol antes e depois da redução do ICMS

O etanol também ficou mais barato para os motoristas, entretanto o recuo médio no território nacional foi apenas de 10%.

O Rio de Janeiro foi o estado que viu a mudança mais acentuada, com a queda de 19% no preço do etanol, seguido pelo Distrito Federal com redução de 16%.

undefined

Onde o etanol é mais vantajoso?

undefined

O etanol é a opção mais vantajosa apenas para os motoristas de Roraima (paridade de 65%).

Apesar da queda dos preços dos combustíveis, a paridade tem ajudado na competitividade da gasolina.

A paridade de Rondônia, Pará e Rio Grande do Sul se aproxima dos 100%, quer dizer, o preço do etanol é praticamente o mesmo que o da gasolina, fazendo com que o consumo se concentre apenas na gasolina. Mas esses três Estados juntos representam apenas 6.5% do consumo nacional de gasolina.

Entretanto, a tendência é que após a aprovação do PEC, o preço do etanol deve cair em alguns estados aumentando sua competitividade.