• O presidente Trump está ameaçando impor tarifas ascendentes às importações do México.
  • Caso essas tarifas sejam implementadas, as remessas de açúcar do mercado mundial – incluindo as taxas de importação – para os EUA seriam viáveis a partir agosto.
  • No entanto, não acreditamos que essas tarifas entrarão em vigor devido às dificuldades legais envolvidas.

  

Qual é o Acordo Atual?   

  • USMCA é efetivamente o “novo NAFTA” (acordo de livre comércio) entre os EUA, Canadá e México.
  • Sob este acordo, é dado ao México uma quota de açúcar anual (850kmt nesta safra) com isenção de tarifas de importação ao entrar nos EUA.
  • No entanto, este acordo foi posto em dúvida após este Tweet do presidente Trump:

  • A tarifa deve crescer 5% a cada mês até atingir 25% em outubro.
  • Isto, a menos que o México tome “ações efetivas” para controlar o fluxo de imigrantes ilegais.

  

Essas Tarifas Realmente Acontecerão?   

  • Nesse contexto essa decisão parece oficial, entretanto, as tarifas sob acordos de comércio internacional são essencialmente escritas na lei estadunidense.
  • Isso significa que as tarifas adicionais seriam ilegais sem a devida notificação ao México ou aprovação do Congresso.
  • Para contornar isso, Trump invocou o “Ato dos Poderes Econômicos de Emergência Internacional”, dando-lhe autoridade para declarar uma emergência devido a uma “ameaça incomum e extraordinária”.
  • No entanto, membros do Congresso estadunidense de ambos os partidos condenaram esta atitude:

  • No geral, acreditamos que uma solução será encontrada esta semana com o encontro das delegações comerciais.
  • Vários mercados reagiram às notícias, principalmente o peso mexicano.

Peso Mexicano para Dólar

  

Mas e Se Acontecer?   

  • Caso as tarifas fossem aplicadas, o açúcar mexicano ainda seria competitivo nos Estados Unidos.
  • As regras do USMCA significam que o México deve vender seu açúcar a um preço mínimo de 23c/lb.
  • Com a imposição de tarifas crescentes, o preço do CNF (Custo + Frete) mais a tarifa para o açúcar mexicano poderia subir até atingir um nível de paridade do mercado mundial nos EUA.

Preço da CNF Mexicana para os Estados Unidos com Taxas Crescentes

  • As importações mexicanas continuariam a ser competitivas nos Estados Unidos até a tarifa de importação atingir 15% em agosto.
  • Depois disso, os açúcares do mercado global (América Central, Brasil, etc.) seriam fontes viáveis de açúcar para o país, mais vantajosas do que a origem mexicana.

Vincent O’Rourke

Vincent began his career at Czarnikow in 2016 as an analyst in the London Office, focusing on raw sugar flows and the Refineries in North Africa and the Middle East. Since 2019 Vincent has moved to the Miami office, leading the Americas analysis (excluding Brazil) and implementing the new data capture and database processes. Vincent graduated from Edinburgh with a master’s in theology in 2015 and completed a Masters in Emerging Economies from King’s London University in 2016

Mais deste autor